Mineirão


Gigante pela Natureza

Pensando no Meio Ambiente, o Mineirão adota práticas sustentáveis, como o reaproveitamento da água da chuva, geração de energia limpa e renovável, por meio da usina solar fotovoltaica instalada na cobertura do estádio e o reaproveitamento de resíduos.

 

Usina Solar Fotovoltaica

Construída em parceria com a Cemig, a Usina Solar Fotovoltaica foi tem capacidade de geração de 1.600 MWH/ano de energia, volume equivalente ao consumo médio de 1.200 casas. O sistema é composto por 6.000 células de silício cristalino instaladas em 9.500 metros quadrados de área na cobertura do estádio.

Em países tropicais como o Brasil, a utilização da energia solar é viável em quase todo o território. Além de representar uma fonte limpa e renovável de energia, as centrais necessitam de pouca manutenção. A redução de impactos ambientais e a preservação dos recursos naturais, possibilitadas pela implantação de painéis fotovoltaicos são ações prioritárias no Mineirão!

Reaproveitamento de resíduos

O reaproveitamento de resíduos em dias de jogos e eventos é realizado em parceria com a Associação dos Catadores de Papel, Papelão e Materiais Reaproveitáveis de Belo Horizonte (Asmare). A prática desempenha um papel importante não somente no que diz respeito à preservação do meio ambiente, mas também no social. A parceria gera emprego e renda para os catadores. A responsabilidade social é um dos pilares da sustentabilidade. Os catadores da Asmare distribuem sacolas para que os torcedores recolham os resíduos das arquibancadas, seguindo o exemplo da torcida japonesa durante a Copa do Mundo.
Os resíduos recicláveis são doados para a Asmare, os não recicláveis são encaminhados para o licenciado aterro sanitário de Macaúbas e os resíduos de poda do gramado são destinados para uma empresa de compostagem.
No Mineirão há também destinação específica para empresas licenciadas dos resíduos eletro eletrônicos, pilhas, baterias, óleo de cozinha e resíduos perigosos.

Você sabia que:

Para aproximadamente 50 kg de papel reciclado, poupa-se o corte de uma árvore.
Para cada tonelada de alumínio reciclado, há uma economiza de 95% de energia e cinco toneladas de minério.
Uma tonelada de plástico reciclado economiza milhares de litros de petróleo.

Reaproveitamento de água da chuva

Durante a reforma do Mineirão foi instalado um sistema que tem a capacidade de armazenamento de cerca de cinco milhões de litros de água da chuva.
O líquido desce da cobertura do estádio por meio de dutos e fica armazenado em diversos reservatórios instalados abaixo das cadeiras, atrás dos gols. A água passa por tratamento para ser utilizada na irrigação do gramado, bacias e mictórios, o que representa cerca de 70% do consumo total do estádio. O volume é capaz de abastecer essas necessidades do estádio por até três meses de estiagem. Além disso, o Mineirão reduz o consumo de água por meio de dispositivos hidráulicos economizadores, como torneiras, válvulas de descargas e chuveiros e um sistema de irrigação eficiente.

O reaproveitamento da água da chuva representa uma atitude ecologicamente responsável, em vez de utilizar o precioso recurso hídrico potável. Além disso, ajuda a controlar enchentes ao armazenar parte da água que seria direcionada diretamente para os rios.

Selo LEED o outras certificações

O Mineirão é o único estádio do país a receber o selo Platinum do Leadership in Energy and Environmental Design (LEED), órgão responsável pela certificação que é utilizada em 143 países para incentivar a transformação dos projetos, obra e operação das edificações, sempre com foco na sustentabilidade de suas atuações. O Mineirão cumpriu oito itens considerados pré-requisitos e ainda apresentou inovações sustentáveis que não eram exigidas pela U.S Green Building Council, o que gerou uma alta pontuação e resultou no Selo Platinum.

O Gigante da Pampulha também possui o Selo BH Sustentável, concedido pela Prefeitura de Belo Horizonte. Essas certificações reafirmam o compromisso com a responsabilidade socioambiental existente no Mineirão.

Selos e Certificados

Quantidade de material coletado até o momento

72222KG

Dados da ultima partida

29c778_f4562fec70aa4d4eb99fbc1ce2232a18

Público

15494

29c778_e855458dc8c34818995a2200cd0708ee

Água de Chuva

0.00

Metal

21 kg

Papel

265 kg

Plástico

229 kg