Mineirão

O Mineirão é delas! América e Atlético farão o primeiro clássico feminino da história do estádio

26 de fevereiro de 2019

Principal palco do futebol no estado, o Mineirão vai sediar, pela primeira vez, um clássico mineiro feminino. Palco de tantas partidas memoráveis entre as duas equipes, agora o Gigante de Pampulha se rende às mulheres que representam o futebol mineiro. Coelho e Galo se enfrentam em partida amistosa no dia 23 de março, às 16h. A entrada será gratuita, mediante doação de produtos de higiene pessoal que serão repassados ao Projeto Tio Flávio, que auxilia a população carcerária feminina.

Para o Atlético, que começa a escrever sua nova história no futebol feminino, o amistoso também serve de preparação para todo o clube como instituição. “Esse ano, o Atlético volta a abraçar o futebol feminino mineiro. E queremos começar de forma positiva participando desse evento e desse clássico. Partidas como essa dão visibilidade ao trabalho tão bonito que essas mulheres enfrentam no esporte. Além disso, será a apresentação da nossa equipe feminina para toda nossa torcida” comenta Nina Abreu, Coordenadora do Departamento de Futebol Feminino do Atlético.

Já o time feminino do Coelho vê o embate com a importância de toda a preparação da temporada: será o último amistoso da equipe antes da estreia no Campeonato Brasileiro da categoria. O Coelho ostenta o tricampeonato mineiro e a hegemonia no estado, mas ainda assim será a primeira vez do time no Mineirão. “Dificilmente equipes femininas têm a oportunidade de jogar em grandes palcos do futebol nacional. Nossas meninas farão uma estreia no Mineirão e temos certeza que será um dia emocionante. O América vem investindo desde 2015 no futebol feminino com a profissionalização de todas as atletas. Vemos essa partida também como um prêmio por toda a história que essas jogadoras têm escrito nos últimos anos”, analisa o Gerente de Futebol Feminino do América, Leonardo Coelho.

A partida faz parte da programação do 1º Voe Mulher, a maior feira de empreendedorismo feminino da América Latina, que ocorre de 20 a 23 de março, nas dependências do Mineirão.

Para a gerente de Relações Institucionais do Mineirão, Ludmila Ximenes, a realização desse clássico será uma forma de encerrar em grande estilo o Voe Mulher. “A essência do Mineirão é o futebol. Encerrar um grande evento voltado para o público feminino, com o primeiro clássico feminino da história do estádio, é uma forma de dar visibilidade à modalidade e uma demonstração que o Mineirão é delas e, a cada dia, um espaço mais plural; de todos”, finaliza.

Mais informações sobre as entradas serão divulgadas em breve.

Voe Mulher

Pela primeira vez, Belo Horizonte irá sediar o maior evento do país de empreendedorismo feminino dentro de um estádio de futebol, no Mineirão, o VOE Mulher, entre os dias 20 e 23 de março de 2019. Idealizado pela mineira Angela Paulo, o evento tem o objetivo de inspirar as participantes com histórias de mulheres reais, fortes, determinadas, de grande representatividade e bem-sucedidas em sua área de atuação, além de promover experiências com suas mais de 60 atrações, incluindo master talks, arena de oportunidades nos mais de 50 stands, game-show e tecnologia, workshops, rodada de negócios, oficinas e apoio e para empregabilidade. Estão sendo esperadas 25 mil pessoas.

Tio Flávio

O Tio Flávio Cultural não é uma ONG. É um movimento sem finalidade lucrativa, que não recebe nenhuma doação ou destinação financeira, mantendo-se com um modelo de gestão diferente: em vez de dinheiro, as pessoas doam seu tempo e talento. Nasceu em 2010 e possui mais de 500 voluntários, em suas diversas frentes de atuação que visam transformar a vida das pessoas pelo conhecimento, afeto, sensibilidade, empatia, proximidade, experiência e respeito.

Empreendedorismo feminino no Brasil em números

De acordo com o Sebrae, o número de empreendedoras no país hoje é de cerca de 7,9 milhões. Pesquisa da Global Entrepreneurship Monitor (GEM) 2016, realizada pela parceria entre Sebrae e IBQP, aponta que a taxa de empreendedorismo feminino entre os novos empreendedores é de 15,4%, enquanto a masculina é de 12,6%. No Instagram, a hashtag #empreendedorismofeminino foi citada mais de 380 mil vezes.