Mineirão

Mineirão homenageia goleiro Victor em jogo de despedida

28 de fevereiro de 2021

As mãos do goleiro Victor serão eternizadas na Calçada da Fama do Mineirão, no Museu Brasileiro do Futebol. O goleiro deixará o registro hoje, imediatamente após a última partida do Campeonato Mineiro diante da URT, às 18h15.

A passagem de Victor é marcante pelas grandes atuações. São 424 jogos com a camisa alvinegra e oito taças conquistadas: quatro do Campeonato Mineiro (2013, 2015, 2017 e 2020); Libertadores (2013); Recopa Sul-Americana (2014) e a Copa do Brasil (2014). O goleiro teve papel essencial em todas as conquistas, *faz parte de uma lista seleta de 26 nomes e será o quarto goleiro a colocar as mãos na Calçada, já marcada por João, Leite, Raul e Fábio e os históricos Tostão e Reinaldo, Alex, Amaury, Buglê, Dadá Maravilha, Dirceu Lopes, Djalma Santos, Eder, Euller, Evaldo, Jair Bala, Juca Show, Luisinho, Marques, Nelinho, Piazza, Procópio, Pelé, Palhinha, Ronaldo e Sorin.

Para Ludmila Ximenes, Relações Institucionais do Mineirão, este é mais um nome importante dentro da história do estádio. “O Victor é um atleta que faz parte da história do Mineirão com grandes atuações, jogos marcantes e títulos inéditos. É uma honra termos esse registro como parte do acervo do Museu Brasileiro do Futebol.”, afirma Ludmila.

O Museu Brasileiro do Futebol, que fica dentro da área do estádio, recebe cerca de 60 mil pessoas por ano e carrega a história viva do futebol mineiro, de Belo Horizonte e do Mineirão. O conjunto de experiências “Meu Mineirão” – plataforma que oferece experiências dentro do estádio – está em funcionamento, seguindo todos os protocolos de segurança diante do atual cenário de pandemia do coronavírus.

 


Sobre o Mineirão

Inaugurado em 5 de setembro de 1965, o Mineirão é um dos maiores estádios de futebol do país. Palco de importantes eventos e de célebres conquistas esportivas, estádio possui capacidade para 62 mil pessoas e é administrado pela Minas Arena, uma sociedade de propósito específico criada por meio de uma parceria público-privada (PPP) com o Governo de Minas, para executar as obras de modernização e gestão, por 25 anos, do Estádio Governador Magalhães Pinto – Mineirão. Com 54 anos de história, o Gigante da Pampulha é o primeiro estádio no País e segundo no mundo a possuir o Selo Platinum, certificação máxima do U. S. Green Building Council (USGBC), órgão responsável pela certificação que é utilizada em 143 países para incentivar a transformação dos projetos. Em 2016, o Mineirão tornou-se o primeiro estádio brasileiro e o segundo do mundo a ser signatário do Pacto Global.

Compartilhar