Mineirão

Mineirão comemora Dia Internacional do Orgulho LGBT com casamento no gramado

27 de junho de 2018

Com o objetivo de driblar o preconceito, o Mineirão, em uma ação conjunta com a Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Social e Cidadania (Sedpac), realizam o primeiro casamento LGBT em um estádio de futebol. A celebração acontece no dia 28 de junho, quando é comemorado o Dia Internacional do Orgulho LGBT.

 

Serão realizadas três cerimônias no total, sendo dois casais homoafetivos (um formado por dois homens e outro por duas mulheres) e um transafetivo, todos apaixonados por futebol. Para que o dia seja ainda mais especial, o estádio oferecerá uma festa para os casais e seus convidados na zona mista.

 

“No Dia Internacional do orgulho LGBT esta ação demonstra que a diversidade merece estar em todos os lugares, até mesmo nos palcos do futebol. A ação é pioneira e promove a conscientização das pessoas, para que compreendam que são justas todas as formas de amor”, declara Ludmila Ximenes, gerente de Relações Institucionais do Mineirão.

 

A escolha dos casais foi feita após o Mineirão procurar a Sedpac para uma parceria. Após uma publicação no Facebook da Sedpac, foram selecionadas pessoas interessadas de realizar a união legalmente. Para participar foi necessário apresentar os documentos para realizar o casamento no cartório. O Brasil é um dos poucos países que permite o casamento de LGBT. Contar com o apoio de um dos maiores símbolos do futebol brasileiro é de extrema importância, pois permite levar às torcidas o debate sobre a LGBTfobia. Trazer esse tema à tona fortalece o respeito à diversidade, em todas as suas manifestações”, afirma Douglas Miranda, Coordenador Especial de Políticas de Diversidade Sexual da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania (Sedpac)

 

Pela segunda vez consecutiva, o principal palco das partidas de futebol em Minas Gerais apoia uma ação em homenagem e respeito à diversidade de gênero e à cidadania LGBT. No ano passado, o estádio foi iluminado com as cores da bandeira LGBT e, neste ano, a ação se repetirá. No início do mês, pela primeira vez no Brasil, o time gay Bharbixas jogou uma partida no Gigante da Pampulha, estádio que sediou jogos da Copa do Mundo de 2014.

 

Muitas empresas e instituições estão juntas na causa e se mobilizaram para viabilizar a formalização da união, a cerimonia do casamento e a festa. São elas: In Par cerimonial, comissão de direito homoafetivo e gênero do IBDFAM BH – Instituto brasileiro de Direito de Família, Celebrante Juliana Freitas, Maximus organizações e eventos, Buffet Ancho, Ateliê da Emille, Stylo drinks, Rafael Sandim fotografia, Coletivo ilha4, Dolly piercing drag queen, Grupo sonata, banda Marina Araújo, Somtec, Papernow – papelaria personalizada, Letreiro luminoso, Joice Duarte e Joyce Cristina make-up, Emillios barbearia, Ander Duarte vestidos, Telma toalhas, Brilho e cia, 99 e OAB MG/Diversidade.

 

*Caso você tenha interesse em cobrir o evento ou enviar fotografo, entre em contato pelo e-mail mineirao@rp1.com.br.

 

Serviço: Primeiro Casamento LGBT realizado em um estádio de futebol

Endereço: Av. Antônio Abrahão Caran, 1001 – São José, Belo Horizonte – MG.

Data: 28 de junho

Horário: às 16h.

 

Sobre o Mineirão

Inaugurado em 5 de setembro de 1965, o Mineirão é um dos maiores estádios de futebol do país. Palco de importantes eventos e de célebres conquistas esportivas, estádio possui capacidade para 62 mil pessoas e é administrado pela Minas Arena, uma sociedade de propósito específico criada por meio de uma parceria público-privada (PPP) com o Governo de Minas, para executar as obras de modernização e gestão, por 25 anos, do Estádio Governador Magalhães Pinto – Mineirão. Com 53 anos de história, o Gigante da Pampulha é o primeiro estádio no País e segundo no mundo a possuir o Selo Platinum, certificação máxima do U. S. Green Building Council (USGBC), órgão responsável pela certificação que é utilizada em 143 países para incentivar a transformação dos projetos. Em 2016, o Mineirão tornou-se o primeiro estádio brasileiro e o segundo do mundo a ser signatário do Pacto Global.

 

Compartilhar