Mineirão

“Crie o Impossível” reuniu histórias inspiradoras no Mineirão

20 de novembro de 2018

Milhares de estudantes de escolas públicas vivenciaram no Mineirão nesta 3ª feira (20), uma experiência motivadora e capaz de transformar vidas. O evento “Crie o Impossível”, realizado pela ONG Embaixadores de Minas, Mineirão e Escola do Sebrae, proporcionou aos jovens um encontro com um time de inspiradores, formado por oito palestrantes, que compartilharam suas histórias de empreendedorismo.

Evento Crie o Impossível. Foto: Pedro Vilela / Agencia i7 / Mineirao

Influenciadores digitais de grande sucesso na internet foram responsáveis pelas boas-vindas aos cerca de quatro mil jovens e, logo após a gerente de Relações Institucionais do Mineirão, Ludmila Ximenes, falou sobre a ótima oportunidade para o Mineirão participar da organização do evento. “O Crie o Impossível foi feito por uma equipe muito especial para, quem sabe, mudar a vida dos estudantes presentes no estádio”, disse, antes de apresentar a primeira palestrante do dia, a “dona” Sônia, responsável há mais de 30 anos pelo tropeirão do Mineirão. A empresária contou um pouco da sua história de superação.

Dona Sônia, responsável pelo tropeirão do Mineirão há mais de 30 anos. Agencia i7 / Mineirao

“Minha história tem tudo a ver com esse encontro. Eu vim de baixo e, começando a trabalhar com sete anos, criei o meu impossível. Após anos de muita luta, consegui uma barraca na porta do Mineirão e hoje sou responsável por alimentar um estádio. Isso só foi possível porque eu não desisti”, disse emocionada a responsável pela operação de mais de 20 bares do Gigante da Pampulha. O diretor regional da Globo Minas, Marcelo Ligere, também contou sua história de aluno de escola pública até se tornar diretor em um dos maiores grupos de Comunicação do Brasil.

O triatleta Thiago Vinhal foi o terceiro a subir no palco para contar um pouco da sua história de sucesso. “Um dia me disseram ser impossível chegar à disputa um campeonato mundial no Hawaii. E eu já competi duas vezes. Sempre sonhei ser atleta e hoje estou dentro do Mineirão, na partida da minha vida, falando para tanta gente. O recado que eu passo para esses jovens é: sonhem em serem os melhores”, ressaltou.

A co-fundadora do Embaixadores de Minas, Polyane Costa, falou sobre sonhos e sua inspiradora história de vida. “Sonho é aquilo que a gente quiser ser e eu sempre fui muito sonhadora. Eu também vim de escola pública, filha de pais humildes e, com muita superação, consegui estágio, primeiro emprego me tornar empreendedora aos 17 anos, por necessidade. Entrei no Sebrae e tive acesso a uma educação revolucionária”, lembrou.

“Dediquei dez anos da minha vida para o sonho de ser jogador de futebol. Não deu certo, mas percebi que sempre há tempo para mudar. A mesma dedicação que eu treinava, apliquei para os estudos e negócios e, depois de muito esforço, tive uma virada na minha vida. Hoje eu agradeço por ter a oportunidade de poder compartilhar com tantos jovens essa minha história”, disse o fundador da Vivaçúcar, Flávio Vinte.

Frederico Amorim, fundador da Mix Lanches, lembrou do sonho que sempre teve, abrir um negócio próprio. Ele tentou com uma lan house, confecção, até a oportunidade chegar por meio do ramo de alimentação. Ele começou vendendo doces na escola e conseguiu realizar o grande sonho de empreender.

O ex-catador Geraldo Rufino, hoje empresário e fundador da JR Diesel, lembrou o seu passado em uma favela. “Não podemos desistir. Temos sempre que acreditar que o melhor país é o nosso, que a história de cada um de nós pode ser a melhor. Não tem mágica, é preciso sempre acreditar e não deixar ninguém dizer que não podemos. O impossível existe até darmos o primeiro passo”, afirmou.

“O Mineirão é palco de grandes shows, grandes partidas de futebol, mas hoje, nesse espaço, os verdadeiros protagonistas são os alunos sentados nessas cadeiras. Não tem segredo, é preciso correr atrás dos sonhos e não desistir nunca para criar o impossível”, finalizou o último palestrante, o empresário e co-fundador da cervejaria Walls, José Felipe Carneiro.

Uma tirolesa foi instalada na cobertura do estádio Foto: Agencia i7 / Mineirao

Os jovens ainda tiveram a oportunidade de participar de desafios, concorrer a prêmios, como bolsas de estudo e, também, viver uma experiência radical, descer em uma tirolesa instalada na cobertura do estádio que terminava no gramado.

Para garantir a oportunidade dos estudantes realizarem seus sonhos, o “Crie o Impossível” contou com a participação de parceiros como o Sebrae, a ArcelorMittal, Faculdade Arnaldo, Instituto MRV, Échange Intercâmbio & Viagens.  O evento tem o apoio da Rádio 98FM, Sympla, Ingage, LSPro, Stúdio3k, Wals, eMotion Stúdios, Terra Maia Engenharia & Projetos e Unidas. A produção é da SleepWalkers, Nó de Rosa e Smarttalk.